terça-feira, 23 de fevereiro de 2016

Mariene de Castro no Teatro NET São Paulo

Acompanhada do percussionista Marco Lobo e do pianista Rafael Vernet, a artista traz no repertório clássicos da MPB e músicas próprias, além de trabalhos que fazem parte de sua memória afetiva e de alguma forma estiveram presentes nesses 15 anos de carreira. Lindeza foi o nome com que Marco Lobo carinhosamente se referiu à cantora durante o projeto Eu vim da Bahia, no qual Mariene, Marco e Rafael perceberam o momento singelo de sentimentos que nascia no encontro dos três.
As canções foram escolhidas pela representatividade emocional que têm para Mariene. Estão no repertório Por causa de você, de Tom Jobim e Dolores Duran; A hora do adeus, de Luiz Gonzaga; Lamento Sertanejo, de Gilberto Gil e Dominguinhos; Dono dos teus olhos, sucesso de Humberto Teixeira, conhecida na voz de Gal Costa; João Valentão, de Dorival Caymmi e outras. Dentre os sambas estimados pela cantora e que também serão apresentados, Amuleto de Sorte, de Nelson Rufino; Abre caminho, de Roque Ferreira, Mariene de Castro e Jota Veloso, além da inédita Eu quero ir com você, de Flávia Wenceslau, apresentada na voz singular, firme e clara da cantora.
Lindeza evidencia a beleza da junção de dois grandes artistas baianos que depois de tanto tempo de amizade resolveram compartilhar suas experiências. Mariene, mulher, mãe e uma das principais representantes do samba da Bahia. Marco, em sua percussão genuína, traz o sotaque baiano e o refinamento da responsabilidade de grandes trabalhos realizados como músico. A conexão é acrescida ao piano por Rafael Vernet, gaúcho, dono de um olhar centrado e melódico, que passeia muito bem pela proposta de um encontro natural, tocante ao público com sua emoção.
Além deles, Guto Wirtti, no baixo acústico, e Bóka Reis, na percussão, completam o desenho da construção de um show acústico e intimista, com criação de um olhar sensível e diferenciado da intérprete para novas obras.



Teatro NET São Paulo
Rua das Olimpíadas, 360  Itaim Bibi (Shopping Vila Olímpia, 5° piso) - São Paulo - SP
Dia e Horário: 04 de março, ás 21h
Ingresso: A partir de R$45,00
Informações: 11 94536 6588 
Site: http://www.theatronetsaopaulo.com.br/pt-br/home.html

Renê Sobral novo intérprete da Escola de Samba Dragões da Real se apresenta no Projeto Nossa Quarta


Renê Sobral novo intérprete da Escola de Samba Dragões da Real, se apresenta no dia 02 de março, no Projeto Nossa Quarta, no centro da cidade de São Paulo, na roda de samba comandada por Juninho da Laje (Samba da Laje).
Além de ser conhecido como intérprete do carnaval de São Paulo, também é conhecido por cantar em suas apresentações, pontos de Seu Zé Pilintra. Costuma dizer "vai começar a sessão do descarrego" é quando inicia sua devoção a Seu Zé Pilintra.
Renê Sobral tem sua roda de samba "Terreirão do Sobral" todo domingo, no Esporte Clube Moleque Travesso, na Avenida do Café, Vila Guarani.




Bar e Restaurante Estação João Mendes - Projeto Nossa Quarta
Praça João Mendes, 160  Centro Velho - São Paulo - SP
Dia e Horário: 02 de março, das 17h ás 23h
Entrada: Eles: R$15,00 / Elas: R$10,00
Informações: 11 94753 6590 / 11 98593 9106 
Facebook: https://www.facebook.com/NossaQuartaFC


segunda-feira, 22 de fevereiro de 2016

Marcelo Henrique "Vou de Pandeiro e Viola" toda quinta feira no Bar Dona Tina


O sambista Marcelo Henrique, dono do sucesso "Vou de Pandeiro e Viola" que também é o nome do seu primeiro álbum, vem fazendo um grande sucesso nas rodas de samba da cidade de São Paulo.
Antes de encarar a carreira solo, Marcelo Henrique, fez parte do grupo Mania da Gente, onde veio a ser conhecido no cenário do samba.
Marcelo é grande parceiro de Juninho da Laje (Samba da Laje) e Renê Sobral, sua linha é o samba de raiz, é bem querido pelo público por ser carismático e atencioso em suas apresentações. 
Em parceria com o Bar Dona Tina, Marcelo, inicio no dia 18 de fevereiro, o Projeto Quinta de Pandeiro e Viola, uma roda de samba com grandes músicos das rodas de samba das comunidade de São Paulo.
O projeto acontece toda quinta feira, das 19h ás 23h, no bairro da Vila Mariana, com um repertório que vai de composições das comunidades paulistana até Almir Guineto, Cartola e Candeia.
Marcelo Henrique também esta aos sábados no Boteco Seu Zé, na Vila Madalena, a partir das 23h.




Bar Dona Tina
Rua Santa Cruz, 559   Vila Mariana - São Paulo - SP
Dia e Horário: Toda quinta feira, das 19h ás 23h
Entrada: Eles: 15,00 / Elas: 10,00
Informações: 11 2579 9180 / 11 94758 5608
Facebook: https://www.facebook.com/famarcelohenrique/?fref=ts


quinta-feira, 18 de fevereiro de 2016

Atriz serve banquete árabe ao público em Salamaleque


A história de uma família pode facilmente ser contada a partir das cenas vividas na cozinha. E é entre panelas, bules e talheres que Elizete, neta de imigrantes árabes, conta histórias de seus antepassados, em uma grande celebração. Esse é o contexto do espetáculo ‘Salamaleque’. O texto foi inspirado na troca de cartas entre Nadime Neif Name e Nicolau Antonio Arbex, após o acerto do casamento feito pelas suas mães. Apesar de serem da mesma aldeia, Yabroud, interior de Damasco, capital da Síria, eles somente se conheceram no Brasil. Durante dois anos, entre 1937 e 1939, trocaram 68 mensagens até a aguardada cerimônia.

O espectador desavisado certamente vai se surpreender. Salamaleque, apesar de ser uma peça, é, em essência, um grande encontro. Elizete, a anfitriã, recebe o público, seus convidados, para reviver histórias de seus avós e bisavós em torno da mesa da cozinha de sua casa de infância.


Instituto Cultural Capobianco
Rua Álvaro de Carvalho, 97  Centro - São Paulo - SP
Dia e horário: Até 12/03/2016, sábado ás 16h e 20h / domingo ás 16h
Ingresso: 0800 (Bilheteria abre duas horas antes do espetáculo)
Duração: 60 minutos
Recomendação: 12 anos
Informações: 11 3237 1187
Observação: O espetáculo recebe donativos - material escolar, fraldas, alimentos - trigo para kibe, lentilha, grão de bico, farinha de trigo, etc, para instituições que recebem refugiados.